Omri Ferradura

Mestre de Capoeira Omri Ferradura

Sobre o Mestre

Mestre de Capoeira Angola, formado pela Escola de Capoeira Angola do Mestre Marrom e pedagogo formado pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, com especialização em Educação Infantil. 

É fundador e diretor do Projeto Brincadeira de Angola, cuja finalidade é o ensino lúdico da capoeira aplicado à educação infantil. O método “Brincadeira de Angola” é uma abordagem pedagógico-filosófica baseada no potencial educacional da capoeira. A base do método são os conhecimentos ancestrais da capoeira,  passados de mestres a  discípulos  de forma tradicional. Equilibrando estes saberes populares com os conhecimentos acadêmicos, o método Brincadeira de Angola sugere uma nova forma de ensino-aprendizagem: uma Pedagogia da Capoeira. 

A equipe Brincadeira de Angola é formada por professores especializados no ensino infantil de capoeira, com praticantes das áreas de pedagogia, medicina, fisioterapia, primeiros socorros, psicomotricidade, educação física, psicologia, música, teatro, circo e arte-educação. É neste ambiente interdisciplinar que se planejam os projetos educacionais aplicados, desde 1988, em diversas instituições escolares no Brasil e no exterior.  Mestre Ferradura tem ampla experiência nessa área, tendo ministrado cursos regulares em diversos países, assim como no Brasil, em escolas particulares, comunidades populares, presídios e aplicado o projeto também com crianças autistas, com síndrome de down e paralisia cerebral.

Seus artigos “A capoeira como prática educativa transformadora”, “A Capoeira como prática pedagógica na Educação Infantil e “Capoeira e educação libertaria para a formação de sujeitos autônomos” foram escolhidos pela Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro para representar a Capoeira no campo da educação. 

Mestre Ferradura produziu diversos CDs de Capoeira e é também um dos produtores do Movimento Novo da Capoeira, evento que mudou radicalmente a cena da Capoeira no Brasil e no mundo.

Na área artística, carrega na bagagem trabalhos de direção de capoeira em diversos campos, com nomes como Ariane Mnoucchkine (Diretora do Teatro do Soleil-Paris), Karim Anouz (Diretor do filme Madame Satã), Claudio Balthar (Diretor da Intrepida Trupe), Paola Barreto Leblanc (Diretora do filme Maré Capoeira) e João Falcão (Diretor da “Ópera do Malandro”, de Chico Buarque).

Nos últimos anos, Mestre Ferradura tem se dedicado à formação de novos profissionais e viajado para ministrar cursos em vários países. No Rio de Janeiro, mantém um trabalho regular de capoeira para adultos e crianças em espaço próprio, e leciona periodicamente em universidades, como a Universidade Federal do Estado do RJ (UNIRIO), a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Universidade Federal Rural de Roraima (UFRR).

Um portfólio mais completo, com diversos arquivos para release, pode ser acessado aqui:

https://goo.gl/Q7LVYn  e alguns dos programas de TV aqui: https://goo.gl/4oeeQi